• Analista e Técnico do INSS: qual a diferença entre os cargos?

    Sem dúvidas, o concurso INSS é um dos mais aguardados pelos concurseiros. Mas, mesmo antes de ter o edital publicado, você precisa saber para qual cargo vai se candidatar. E para te ajudar nessa escolha, trouxemos algumas informações sobre os cargos de Analista e Técnico do INSS. Dessa forma, você pode começar a se preparar […]

  • O que faz um analista da Receita Fe...

    Um dos cargos mais concorridos e aguardados do concurso da Receita Federal é o de analista. Por isso, no post de hoje, vamos te contar quais são os requisitos para se candidatar a essa função, qual é o salário oferecido, o que faz um analista da Receita Federal e como alcançar a aprovação no próximo […]

  • O que estudar para o concurso do IN...

    O anúncio sobre um novo concurso INSS talvez seja uma das notícias mais aguardadas pela grande maioria dos concurseiros, uma vez que trata-se de um certame que historicamente oferece quantidade muito significativa de vagas e salários extremamente atrativos. Porém, enquanto não são divulgadas novidades, o blog Arquitetando Sua Carreira preparou uma postagem especial para contar […]

  • O que cai na prova do concurso da P...

    O concurso da Polícia Federal é um dos mais concorridos e aguardados. Por isso, é importante antecipar os seus estudos e sair à frente dos concorrentes. Então, para te dar uma mãozinha trouxemos este post com o que cai na prova da PF. Assim, você pode ter um norte para os seus estudos e ficar […]

  • Quais disciplinas caem no concurso ...

    Se você está focado em conquistar uma vaga no próximo concurso receita federal, precisa estar bem informado e dois passos à frente dos seus concorrentes. É por isso que no post de hoje, vamos te contar o que é cobrado na prova auditor fiscal receita federal. Afinal, conhecendo um pouco do que foi cobrado no […]

  • Como se preparar para o próximo con...

    O futuro concurso do INSS já está no radar da maioria dos concurseiros e isso faz com que ele esteja entre as seleções mais aguardadas e concorridas. Para se ter uma ideia, o último concurso INSS para técnicos e analistas foi realizado entre 2015 e 2016 e ofereceu apenas 950 vagas. Na ocasião, o certame […]

  • Quais são as opções de cargo para o...

    Hoje vamos te contar tudo sobre o próximo concurso da PF: quais são cargos previstos e suas atribuições, nível de escolaridade exigido, salário oferecido e muito mais! Como esse certame costuma ser muito concorrido é importante começar a se preparar o quanto antes. Uma boa opção é procurar por um curso online para policia federal que […]

  • Concurso Bacen: tudo o que você pre...

    Continua em alta a expectativa dos concurseiros para o novo concurso do Bacen – Banco Central do Brasil. O órgão tenta autorizar uma seleção desde o ano de 2018, porém sem sucesso. Desde então, o quadro de servidores do banco já conta com um déficit de, aproximadamente, 42% dos cargos vagos. No entanto, a boa […]

  • Tudo o que você precisa saber para ...

    A Agência Nacional de Vigilância Sanitária é certamente um dos órgãos mais conhecidos e respeitados do Brasil, não a toa são milhares as pessoas que sonham conquistar uma vaga em seu quadro de funcionários, afinal de contas, é a possibilidade perfeita de unir a oportunidade de atuar numa instituição tão importante, com a realidade de […]

  • Como começar a estudar para concurs...

    Se você quer estudar para concurso público, mas não sabe bem por onde começar, precisa ler este texto até o final. Pois, vamos dar algumas dicas preciosas do que você precisa fazer para colocar a sua preparação em dia e ficar mais perto de conquistar a aprovação na vaga dos seus sonhos. Afinal, é importante […]

  • Quais são as melhores técnicas de e...

    Hoje vamos te contar quais são as melhores técnicas de estudo para concursos. Fique sabendo que se você deseja ser aprovado em um concurso público, estudar é uma das principais ações que devem ser tomadas. Pois, é a partir do estudo que você obterá os conhecimentos necessários para a prova e também para o exercício do […]

O que você vai conferir no Arquitetando sua Carreira

Aqui no Arquiteto Online vamos falar sobre concurso público. Dessa forma, vamos tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto e também apresentar as melhores oportunidades que estão abertas, previstas ou autorizadas para os próximos anos. Então, você vai conferir matérias sobre oportunidades de concursos por todo o Brasil, como se preparar para concursos, e também, os requisitos para se candidatar a um cargo público, assim como, os comparativos entre os cursos ofertados no mercado.

Dessa forma, você poderá escolher as oportunidades que mais possuem relação com você e descobrir o caminho até o sucesso, ou seja, até a aprovação no concurso dos seus sonhos. Afinal, concurseiro que se preze sabe que o caminho de preparação exige foco e dedicação. Porém, se tiver alguém para te indicar o melhor percurso a seguir, esse processo se torna bem mais simples. Além disso, tudo isso terá valido a pena quando você for um funcionário público e estiver ganhando um bom salário, com ótimos benefícios e conquistado uma carreira de sucesso com estabilidade financeira.

Então, vamos começar com um grande resumo do mundo dos certames. Vamos te explicar como é possível garantir a participação em um concurso público, vamos te contar quais são os certames que estão previstos para o ano de 2021, além de te apresentar algumas bancas organizadoras. Neste texto, você também vai receber algumas dicas essenciais de preparação e conhecer um pouco mais sobre as provas. Você está preparado?

Concurso público

Concurso abertos

Se você ver essa definição “concurso aberto” significa que a seleção já está aceitando inscrições de candidatos. Porém, antes de chegar nessa etapa, o certame precisa ser autorizado, definido sua organizadora (empresa responsável pela produção e aplicação das provas) e publicado o edital. Vale falar que o edital é o documento oficial do concurso, nele você encontra todas as informações do processo seletivo, como número de vagas, processo de inscrição, data das provas, prazos para se inscrever, conteúdo programático (as matérias e assuntos que serão cobrados na prova) e muito mais.

O processo para se inscrever em um concurso aberto é realizado diretamente no site da organizadora, que também pode ser chamada de banca. Normalmente, a inscrição é realizada no modo online, apenas alguns poucos órgãos disponibilizam um lugar físico para que os candidatos possam se inscrever. Então, é importante ficar sempre informado para não perder o prazo de inscrição.

Na hora de se inscrever, é necessário pagar uma taxa. Normalmente, esse valor muda de acordo com o nível de escolaridade proposto pelo concurso. Por exemplo, se há vagas para nível fundamental e superior, o candidato a uma vaga de nível superior deverá pagar uma taxa mais alta.

Porém, ainda é possível pedir pela isenção da taxa. Mas, para isso, é preciso se enquadrar nos requisitos exigidos em cada concurso. Essas informações estão no edital, mas, por exemplo, em maio de 2018 foi sancionada uma lei que concede a candidatos carentes e doadores de medula óssea, o direito de pedir isenção dessa taxa. Essa regra vale para órgãos da administração direta ou indireta dos três poderes da União. Alguns estados também concedem essa isenção para doadores de sangue.

Mas, antes de se matricular é preciso conferir todos os requisitos para o cargo que você tem interesse. Normalmente, esses requisitos envolvem nível de escolaridade: fundamental, médio e superior. Mas, ainda é possível que seja cobrado experiência na área (como em concursos para funções que exigem nível superior em Direito), ou ainda, altura e idade definidos (como acontece nos casos de certames da polícia militar, polícia civil e corpo de bombeiros).

Em alguns casos, também é preciso escolher em qual cidade você quer fazer a prova. Isso acontece em casos de concurso com abrangência nacional, ou seja, com vagas em todo o Brasil. Como, por exemplo, o tão concorrido concurso da Polícia Federal ou o concurso do Banco do Brasil.

Concursos previstos

Os concursos previstos são aqueles que ainda não receberam a autorização para acontecer, mas que há a expectativa para que sejam publicados editais em breve. Essa expectativa acontece, normalmente, quando o órgão tem muitos cargos vagos (por questão de aposentadoria, ou até mesmo, morte de seus funcionários), ou ainda, quando ele já enviou um pedido de autorização para o Ministério da Economia e está aguardando a aprovação.

É importante ficar de olho nos concursos previstos, principalmente os maiores, porque assim você pode antecipar a sua preparação. Dessa forma, os seus estudos serão baseados nos editais e provas anteriores. Assim, você tem mais tempo para se preparar e quando o edital for publicado, você estará dois passos à frente dos seus concorrentes e mais perto da aprovação. Afinal, quando o edital é publicado, há poucos meses entre a inscrição e o dia da prova, e pode não ser o tempo necessário para estudar de forma efetiva todo o conteúdo. Até porque, os editais costumam cobrar um conteúdo extenso envolvendo diferentes matérias, então você precisa de tempo para ver e rever tudo.

Vale mencionar que alguns concursos costumam cobrar noções de Direito para candidatos de nível médio. Como a maioria dos candidatos nunca teve acesso a esse conteúdo específico, precisa de um tempo maior para aprender e aprimorar o conhecimento. Por isso, o estudo antecipado pode ser a melhor opção.

Concursos 2021

Se o seu objetivo é conquistar uma vaga em concursos 2021, vamos falar um pouco sobre os certames que estão previstos. Afinal, como já mencionamos, para concursos grandes é preciso antecipar sua preparação para ficar mais perto da aprovação. Então, de uma forma resumida, os maiores concursos 2021, aqueles que são esperados pelos concurseiros, são: Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Federal (PF), Senado Federal, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Receita Federal, Banco Central do Brasil (Bacen), Agência Nacional de Águas (ANA), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Os órgãos mencionados anteriormente, sempre trazem ótimas oportunidades para os concurseiros. Por isso, sempre contam com uma alta taxa de concorrência. Os salários mais altos sempre são oferecidos para candidatos com nível superior, por exemplo, o salário de um policial rodoviário federal é de R$ 9.473,57, fora os benefícios. E para se candidatar a essa função é preciso ter nível superior em qualquer área. Mas também, há boas oportunidades para nível médio e fundamental. Então, você precisa estar preparado para conseguir preencher uma dessas futuras vagas.

Mas, os órgãos citados são de concursos com abrangência nacional, há ainda muitos outros por região. Por exemplo, como falamos anteriormente de um concurso da Polícia Federal, você também  pode se candidatar a um certame da polícia militar ou civil da sua região. Também há certames na guarda municipal e no corpo militar de bombeiros. Fora da área de segurança pública, podemos citar as oportunidades que são abertas em diversas prefeituras e câmaras pelo país. Não esquecendo também, das boas vagas em tribunais regionais.

Ou seja, sempre há uma oportunidade em concurso público aberta ou prevista em cada região do país. Por isso, você precisa se manter informado sobre o mundo dos certames e estar sempre preparado para uma nova oportunidade. E por falar em estar preparado, você também precisa conhecer um pouco mais sobre as organizadoras e é isso que vamos falar no próximo tópico.

Bancas organizadoras

Se você chegou até aqui, já sabe que as bancas organizadoras são as empresas responsáveis pela produção e aplicação das provas. Quando o concurso é autorizado, é aberto uma espécie de processo seletivo para a escolha da banca. Por isso, não é sempre a mesma organizadora que é responsável pelos concursos de um órgão. E é também por isso, que você precisa conhecer um pouco mais sobre elas.

É importante conhecer o estilo de cobrança da banca porque assim você pode ficar mais familiarizado com a sua prova e deixar um pouco do nervosismo de lado. Então, a nossa dica é que você responda questões que já foram aplicadas anteriormente pela banca que será responsável pelo concurso que você tem interesse. E na hora da prática é importante ficar atento a todos os detalhes. Como, por exemplo, observar o tamanho dos enunciados, afinal, se eles forem muito extensos, contendo grandes textos, você pode demorar um pouco mais para responder cada questão. É importante ter uma previsão de quanto tempo você leva por questão, para saber quanto tempo gastará com toda a prova. Afinal, há um tempo máximo para concluir essa tarefa em cada concurso. Normalmente são quatro ou cinco horas, mas essa informação também estará no edital. E se o candidato não tiver terminado a resolução da prova durante esse tempo, precisará entregar o teste como ele está naquele momento.

Outros pontos importantes de observar na hora que estiver testando os seus conhecimentos, é reparar o nível de dificuldade da prova, quantas são as alternativas de resposta e também se a banca costuma cobrar algum tipo de pegadinha, por exemplo. E lembre-se, quanto mais você souber sobre a organizadora, mais preparado estará para o dia oficial, quando estiver valendo a sua aprovação.

Há muitas bancas organizadoras no mercado atualmente. Mas, é claro que algumas delas possuem algum destaque, principalmente pelo tempo de trabalho, a experiência com grandes concursos e também, pela dificuldade das suas provas. Por isso, vamos te explicar um pouco mais sobre três principais: Cebraspe (antiga Cespe), Fundação Getulio Vargas (FGV) e Fundação Carlos Chagas (FCC). Assim, você já terá uma prévia do que pode esperar da sua prova, confira mais abaixo.

Cebraspe

Cebraspe

A banca Cebraspe, é a antiga Cespe, e também uma das mais temidas entre os concurseiros. Essa fama se deve ao alto nível de dificuldade das suas provas e a uma característica específica. É que algumas provas da Cebraspe não trazem as alternativas de resposta padrão das demais, mas sim apenas as opções “Certo” e “Errado”. Mas não é só isso, para cada alternativa errada, o candidato terá uma certa anulada. Por isso, nem sempre chutar uma resposta é uma boa opção, o que dificulta ainda mais.

Mas é claro, com um bom treino e preparação específica é possível acertar muitas questões e ser aprovado em um concurso organizado pela Cebraspe.

Fundação Getulio Vargas (FGV)

Fundação Getúlio Vargas

A Fundação Getulio Vargas também tem fama de possuir uma alta taxa de dificuldade. Mas, diferente da Cespe, ela sempre traz de quatro a cinco opções de resposta, sendo que apenas uma está correta. Essa organizadora costuma cobrar bastante interpretação e compreensão de texto nas questões de português, por isso, pode contar com questões mais longas, acompanhada de textos, por exemplo.

A FGV é responsável por vários certames do segmento jurídico, como magistratura, Ministério Público e outros que possuam cargos de delegado (em que é cobrado nível superior em Direito), por exemplo. O exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) também possui a FGV como banca. Então, se você é formado em Direito, pode focar seus estudos e treinos na Fundação Getulio Vargas.

Fundação Carlos Chagas (FCC)

Fundação Carlos Chagas

E para finalizar os nossos exemplos, há a Fundação Carlos Chagas (FCC). Ela é considerada uma banca de nível médio quando o assunto é a taxa de dificuldade nas provas. Normalmente, traz em seus testes cinco alternativas de resposta por questão, para que os candidatos escolham apenas uma.

A FCC tem fama de cobrar questões mais curtas, sem pegadinhas ou perguntas com conhecimentos interdisciplinares (quando há a junção de duas ou mais áreas em uma mesma questão). Já quando a seleção é voltada para a área jurídica, a banca tende a cobrar a literalidade da lei.

Como se preparar

Pronto! Agora você já conhece um pouco mais sobre os concursos, já sabe como escolher uma vaga, fazer a inscrição e se aprofundou um pouco mais sobre as organizadoras. Então, chegou a hora de falar sobre a sua preparação. Infelizmente, não há uma preparação padrão. Ou seja, cada certame e cargo exige um estudo específico. Afinal, cada um deles tem uma programação específica de matérias e assuntos que serão cobrados. Porém, há algumas matérias que aparecem em 99% dos casos, como é o caso de língua portuguesa e matemática. Dessa forma, se você está estudando do zero, ou para mais de um concurso, pode começar por essas disciplinas.

Também é importante manter uma rotina de estudos. Ou seja, não adianta estudar por dez horas em um dia e ficar duas semanas sem aprender ou revisar nenhum conteúdo. É preciso tirar um tempo de preparação diária, sempre acompanhando como está o seu desempenho e progresso. Dessa forma, a sua mente vai entender que aquele assunto é importante e vai reter melhor e mais rápido o conhecimento.

E apesar de precisar de muito foco e disciplina, também é necessário que você cuide da sua saúde como um todo durante esse processo. Então, faça exercícios regularmente, se alimente de forma saudável, tome bastante água e tire um tempo para respirar e fazer algo que goste. Tudo isso, te ajudará a ter melhores resultados nos estudos e, consequentemente, alcançar o seu objetivo.

Você precisa entender que o tempo de preparação exige muito, mas que ele tem data para começar e acabar. Assim, depois que você conquistar a aprovação, nem se lembrará dessa época da sua vida e poderá aproveitar todos os benefícios que uma carreira pública oferece.

Quando se trata de preparação, você pode escolher entre um curso presencial ou um online. Ainda é preciso escolher se você tem mais facilidade em aprender com apostilas ou videoaulas. Não existe uma resposta certa, cada um dos formatos traz benefícios próprios. Por isso, é preciso analisar as suas preferências e também o que há disponível no mercado, comparando preços e qualidade.

Porém, não é indicado que você estude sozinho sem o apoio de um preparatório. Afinal, como já falamos anteriormente, os concursos costumam cobrar muito conteúdo. Então, você pode se sentir um pouco perdido. Por isso, é importante ter ao seu lado, uma ou mais pessoas que possam te indicar o melhor caminho a seguir. E esse é o papel do professor. Afinal, ele entende muito não apenas da sua matéria, mas também de concurso público e pode te mostrar como o conteúdo é cobrado, sempre apresentando explicações claras e diretas ao ponto. Assim, você otimiza seu tempo de preparação, ou seja, não fica perdendo tempo com assuntos que nem serão cobrados e se sente mais confiante para a prova.

Não esqueça que responder questões também deve fazer parte da sua preparação. Essa prática ajuda a frisar melhor o conhecimento adquirido durante o curso e também serve como um termômetro de aprendizagem. Por exemplo, se você estiver errando muitas questões de interpretação de texto, já sabe que precisa revisar um pouco mais essa matéria. Por isso, é tão importante acompanhar o seu desempenho semana a semana e por disciplina. Tenha em mente que você não precisa ser melhor que ninguém, apenas melhor do que si mesmo a cada dia. Seja gentil com você e saiba que os resultados vão aparecer.

Uma outra dica para frisar o conhecimento que funciona para algumas pessoas, é explicar o conteúdo para alguém que não tenha nenhum conhecimento na área. Ou ainda, escrever para memorizar, fazer resumos que você possa consultar de forma rápida ou até mesmo apresentar o conteúdo em frente ao espelho. Teste todas as possibilidades e confira quais delas trazem melhores resultados para você. Afinal, é preciso respeitar as individualidades de cada concurseiro. Não há a melhor forma de aprender, mas sim, a melhor forma de aprender para você.

Provas

 As tão temidas provas de concursos são meios para que você consiga alcançar a aprovação em um cargo público. Então, é preciso que você tenha mais familiaridade com os testes. Você consegue um pouco disso respondendo questões, mas resolver provas completas pode ser ainda mais funcional. A nossa dica é que você faça o download da última prova do concurso que você tem interesse em conquistar, é possível encontrar esse material na internet com uma pesquisa rápida. Depois disso, imprima a prova, escolha um canto silencioso da casa e resolva cada uma das questões. Mas é preciso fazer isso como se fosse o grande dia. Por isso, deixe todas as distrações de lado, deixe ao seu alcance apenas um chocolate e uma garrafinha de água. Também é interessante deixar o celular mais afastado, cronometrando o seu tempo de prova e fazer poucas pausas.

Quanto mais informação você tiver sobre a prova, mais preparado vai se sentir. Dessa forma, não esqueça de ficar atento a todos os detalhes do edital sobre esse assunto. Confira a data da prova e o local em que você fará o teste. Nos dias que antecedem a prova, é importante conferir a rota para chegar até o local e sempre contar com uma brecha de tempo, afinal, ninguém quer ser surpreendido por algum imprevisto no meio do caminho. Se você se sentir ansioso sobre a rota, pode fazer o caminho uns dias antes para testar e se sentir melhor. Pode ser interessante para conferir, por exemplo, se há um estacionamento próximo ou se há algum ponto de ônibus nos arredores.

E no dia anterior da prova, é importante que você deixe os estudos de lado. Afinal, não é um dia que vai fazer a diferença na sua aprovação. Até porque você teve todo um percurso de estudo percorrido. Então, tire o dia para relaxar, faça algo que goste, não exagere na comida e tente dormir bem. Ficar um pouco nervoso e ansioso para a prova é normal, mas você não pode deixar que esses sentimentos atrapalhem o seu desempenho. Antes de começar, respire fundo, leia toda a prova e depois comece a responder cada questão. Se sentir melhor, inicie pela matéria que tem mais facilidade.

É importante lembrar que você precisa preencher a folha de gabarito ao final da prova. Então, deixe cerca de trinta minutos para essa tarefa. Afinal, é preciso preencher com calma e de forma correta, pois não adianta você saber a resposta certa de uma questão, mas preencher o gabarito com a alternativa errada. É só ficar focado que tudo ficará bem!