• Bancas Organizadoras

    Bancas organizadoras de concursos

    Você provavelmente já ouviu falar em bancas organizadores de concursos públicos, mas talvez não saiba da importância de conhecer mais sobre esse assunto. Por isso, aqui no Arquitetando sua Carreira, mantemos esta categoria fixa para sempre trazer mais informações sobre as bancas. Assim, você pode tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto e conferir as novidades no mundo dos concursos públicos. 

    Por isso, neste texto vamos falar um pouco sobre as bancas organizadoras de concursos mais difíceis e também fazer um panorama por alguns estados. Mas, se você é novo nesse universo, primeiro precisa saber o que são bancas organizadores de concurso públicos.

    A banca ou organizadora, ou ainda, banca organizadora, é a empresa que fica responsável tanto pela produção das provas do concurso em questão quanto pela sua aplicação. Ela é responsável também pelo produção do edital, que é o principal documento do certame, onde constam todas as informações, prazos e datas.

    Então, funciona assim, o concurso primeiro deve ser autorizado para depois definido qual será a sua banca organizadora. E conhecer a banca é de suma importância para se dar bem na prova, conquistar uma vaga no concurso e se tornar um funcionário público. Aliás, vale lembrar que os concursos sempre oferecem salários mais altos do que a média do mercado, além de estabilidade financeira e diversos benefícios. Por isso, eles podem ser uma ótima opção para a sua carreira. 

    Principais bancas organizadoras de concursos

    Agora chegou a hora de falar sobre as principais e as bancas organizadoras de concursos mais difíceis. Porém, fica tranquilo, independente do nível de dificuldade da organizadora é possível ser aprovado em um dos seus concursos. Você só precisa de uma preparação mais direcionada para conseguir os melhores resultados e ficar mais perto da aprovação.

    Sendo assim, as principais bancas organizadoras de concurso público são: Cebraspe (antiga Cespe), Fundação Carlos Chagas (FCC), Fundação Getúlio Vargas (FGV), Cesgranrio e Vunesp. Ou seja, esses são os nomes mais frequentes em certames de nível nacional, com vagas no Brasil inteiro. Mais pra frente, vamos falar um pouco mais sobre as características de cobrança de cada uma delas, não perca essas informações.

    Mas, antes disso, precisamos lembrar que há organizadoras mais regionais que sempre aparecem em certames de determinados estados. Então, se você está focado na preparação para órgãos estaduais, deve pesquisar e conhecer quais são as organizadoras mais frequentes nos concursos do seu estado. 

    Então vamos conferir mais sobre isso. Por exemplo, se você pesquisar por bancas organizadoras de concursos SP, provavelmente encontrará diversos concursos organizados pela Vunesp. Principalmente os certames relacionados a Polícia Militar, por exemplo. Já o pessoal que quer saber mais sobre bancas organizadoras de concurso Paraná pode se deparar com o Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná (UFPR). 

    Continuando com a nossa listinha, entre as bancas organizadoras de concursos SC está o Instituto Carlos Augusto Bittencourt (Incab). Assim como, entre as bancas organizadoras de concursos DF aparece o Instituto Americano de Desenvolvimento (IADES). E, no nosso último exemplo, entre as bancas organizadoras de concursos RJ há um destaque para a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

    Se o seu estado não está entre os nossos exemplos, basta você fazer uma pesquisa rápida no Google para descobrir qual é a organizadora destaque na sua região. E se já souber em qual órgão quer conquistar uma vaga, vale conferir se ele já tem uma organizadora definida para o próximo concurso. Se ainda não houve essa definição, você pode conferir qual foi a organizadora do último concurso. 

    Característica das bancas organizadoras de concursos

    Quando você conhece o estilo de cobrança das bancas organizadoras de concursos públicos pode ficar mais confiante e saber o que estará te esperando no grande dia. E quando falamos em conhecer o estilo de cobrança, significa saber quais são as disciplinas com maior nível de dificuldade, o tamanho dos enunciados, se a organizadora costuma cobrar algum tipo de pegadinha, quantas são as alternativas de resposta, se há muitos textos nas provas e por aí vai. Quanto mais detalhes você puder conferir, mas perto estará da sua aprovação.

    Mas como já te contamos quais são as principais e as bancas organizadoras de concursos mais difíceis deste universo. Vamos falar um pouco mais sobre cada uma delas. Confira logo abaixo e procure pela banca que será responsável pelo certame em que você quer conquistar uma vaga e se tornar funcionário público.

    Cespe (Cebraspe)

    A Cespe é sem dúvidas a banca mais temida entre os concurseiros. Isso devido ao nível de dificuldade das suas provas, mas, principalmente, por uma característica própria de algumas das suas provas. É que, ao invés de contar com quatro ou cinco alternativas de resposta, alguns testes trazem apenas duas: Certo ou Errado. Mas, não acaba por aqui, cada alternativa marcada de forma errada anula uma certa. Por isso, chutar uma questão pode não ser sua melhor opção. 

    Então, é preciso que você responda algumas questões passadas para se acostumar com esse estilo de cobrança. Os enunciados também são bem elaborados, então, pode ser interessante intensificar os seus estudos em interpretação de texto.

    Fundação Carlos Chagas (FCC)

    A FCC também está entre as bancas organizadoras de concursos mais difíceis. É preciso lembrar que anteriormente, ela era conhecida por trazer questões que exigiam decoreba. Mas agora essa situação mudou. Os enunciados não costumam trazer tanta complexidades, se comparado a Cespe, porém, essa é uma banca de respostas diretas.

    E por falar em enunciado, vale a pena prestar muita atenção a cada um deles, pois a FCC costuma pedir qual é a alternativa incorreta, ao invés da certa. 

    Fundação Getúlio Vargas (FGV)

    Já a FGV é bem conhecida pela aplicação do Exame de Ordem. Porém, ela não fica responsável apenas por essas provas não. Na verdade, ela costuma ser a organizadora responsável por concursos de tribunais, principalmente, para cargos que envolvem o conhecimento do Direito.

    Essa banca mudou muito nos últimos anos, mas podemos dizer que ela traz textos longos para interpretação de texto e gramática. Já na parte de Direito está cobrando casos mais práticos e questões multidisciplinares envolvendo também texto de lei. Então vale intensificar os estudos para concursos da FGV e prestar muita atenção aos enunciados.

    Cesgranrio

    Comparada as demais organizadoras, a Cesgranrio tem um nível de dificuldade mais baixo. As provas são famosas por distribuir equilibradamente o conteúdo do edital. Porém, a interpretação de texto é tão complexa quanto a da Cespe e ainda pode ter gráficos e imagens. Então, intensifique os estudos desta disciplina.

    Uma outra dica para focar os seus estudos é na matéria de raciocínio lógico. Afinal, as questões desta disciplina costumam serem extensas e complexas, exigindo concentração do candidato a uma vaga.

    Vunesp

    E para fechar os nossos destaques de bancas organizadoras de concursos mais difíceis, temos a Vunesp. Como já mencionamos anteriormente, essa organizadora aparece constantemente nos concurso do estado de São Paulo. Então, se você pretende prestar concurso nessa região, conheça tudo sobre a Vunesp.

    Essa é uma banca com um nível de dificuldade moderado, mas que vem se especializando e melhorando o nível das suas questões nos últimos anos. Por isso, ai vai a nossa dica para você: estude gramática e os textos das leis. Esses são fatores muito importantes para provas organizadas pela Vunesp.

    Dicas para conhecer as bancas

    Agora você já conhece mais sobre as bancas organizadoras de concursos públicos, saiba quais são as principais e um pouco mais sobre cada uma delas. Você deve ter percebido que falamos muito neste texto sobre conhecer o estilo de cobrança da organizadora. Sendo assim, agora vamos te ensinar a como fazer isso na prática.

    Então, confira nossas dicas logo abaixo e coloque cada conselho em prática durante a sua preparação. Dessa forma, você ficará muito mais perto de conquistar a vaga dos seus sonhos, se tornar um funcionário público e construir uma carreira de sucesso.

    Responda questões de concursos anteriores

    A nossa primeira dica é que você separe um tempo diariamente para responder questões que foram aplicadas em concursos anteriores organizados pela mesma banca. Se conseguir encontrar perguntas de provas do mesmo órgão que tem interesse em conquistar uma vaga é melhor ainda. Mas se não conseguir, vale filtrar apenas pela banca e nível de escolaridade.

    Responder questões é uma das melhores formas de ficar mais confiante para a sua prova. Afinal, assim, você terá uma prévia do que estará te esperando no dia oficial, quando estiver valendo a sua aprovação. Então, na hora de praticar, é importante que você fique atento a todos os detalhes. Como, por exemplo, confira o tamanho dos enunciados, o nível de dificuldade das perguntas, quantas são as alternativas de resposta, se as perguntas estão acompanhadas de textos adicionais e o que mais conseguir observar. São detalhes que farão a diferença e te deixarão dois passos a frente dos seus concorrentes.

    Além disso, a ideia é que você não apenas escolha qual é a alternativa correta, como também, consiga dizer os motivos que levam as demais opções a estarem incorretas. Dessa forma, você ajuda a fixar melhor o conteúdo na sua mente, e também, evita de errar uma questão por falta de atenção.

    É importante também ficar de olho no seu desempenho semana a semana e por disciplina. Afinal, essa prática também serve como um termômetro dos seus estudos. Por exemplo, se você está errando muitas questões sobre crase, um tema da língua portuguesa que é bastante cobrado, já sabe que precisa intensificar a preparação deste assunto. Então, fique de olho constantemente e acompanhe o seu progresso nos estudos.

    Resolva provas completas

    Resolver provas completas pode parecer similar com a dica anterior, mas é um aprendizado ainda mais completo para conhecer mais sobre as bancas organizadoras de concursos mais difíceis. Porque além de você simular como o conteúdo será cobrado na prova, você pode conferir alguns pontos importantes, como o seu tempo de resolução. Afinal, vale lembrar que cada concurso define um prazo máximo para a entrega das provas e todos os candidatos precisam respeitar esse prazo.

    Então, escolha um canto silencioso da casa, imprima a última prova do concurso que você tem interesse em conquistar uma vaga e responda todas as questões. Mas, não esqueça de fazer exatamente como será no grande dia. Então, deixe ao seu lado apenas uma garrafinha de água, um chocolate ou barrinha de cereal e faça poucas pausas. E claro, não vale consultar nenhum material durante essa resolução. Vale também, deixar o celular mais afastado cronometrando o seu tempo de resolução.

    Depois, é só comparar as suas respostas com o gabarito oficial do exame e ver quantas questões você acertou. E lembre-se de repetir essa prática depois de um mês com uma nova prova, sempre comparando os seus resultados. Temos certeza que você vai melhorar mais a cada dia de preparação.

    Estude com um curso online

    É claro que nós fazemos o máximo para te dar todas as dicas e meios de conhecer as bancas organizadoras de concursos públicos, mas, se você tiver a opção também aposte em um curso online. É que os professores desses preparatórios conhecem muito não apenas da sua matéria, mas também dos certames de podem dar dicas valiosas sobre a banca. Além disso, esses profissionais podem facilitar o seu dia a dia de aprendizado com explicações mais claras e diretas ao ponto.

    Então, na hora de pesquisar por um curso online, confira o que é oferecido aos alunos. O ideal é que além das videoaulas, o curso também conte com questões de concursos anteriores para você testar seus conhecimentos e conhecer mais sobre a banca do concurso que tem interesse.

    Além disso, o curso precisa ser específico para o concurso e cargo que você quer disputar uma vaga. Só assim, você conseguirá ter uma preparação mais específica com os conteúdos que realmente aparecerão na sua prova. E lembre-se que o processo de preparação para o certame é realmente só um processo e logo vai passar. Então, por mais que ele seja cansativo, depois que você conquistar a aprovação terá valido muito a pena. Acredite em você mesmo!

Conteúdos mais visitados