Como está a situação do próximo concurso do IBGE?

Conquistar uma vaga, seja ela temporária ou não, no concurso do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística está nos planos de grande parte dos concurseiros.

Porém, para aqueles que aguardavam a seleção em 2021, a expectativa acabou sendo frustrada por uma decisão do Congresso Nacional.

Devido a um corte que reduziu em cerca de 96% o total de recursos para realização do Censo Demográfico, os processos seletivos simplificados que disponibilizavam vagas de Agente Censitário Municipal (ACM), Agente Censitário Superior (ACS) e Recenseador foram suspensos.

No entanto, pensando naqueles que já estão inscritos ou em quem ainda persiste no sonho de conquistar uma vaga no órgão, nós do Arquiteto Online preparamos este texto, onde você vai poder conferir todas as informações sobre o edital do concurso IBGE 2021.

Situação do concurso do IBGE 2021/2022

Com oferta de 204.307 vagas oferecidas por meio dos editais 01 e 02 de 2021, o concurso do IBGE continua suspenso, devido ao corte no orçamento para realização do Censo Demográfico.

A boa notícia neste sentido, diz respeito a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que determina que o governo federal tem a obrigatoriedade da realização tanto do concurso quanto do Censo até 2022.

Então, mantendo a esperança de que uma nova seleção seja realizada tão logo possível, separamos tudo o que você precisa saber sobre os cargos como quantidade de vagas, requisitos e atribuições. Fique ligado!

Vagas oferecidas no concurso do IBGE

– 181.898 vagas para Recenseador – que exige nível Fundamental Completo e remuneração por produção, com carga horária mínima de 25h semanais;

– 5.450 vagas para Agente Censitário Municipal – que exige nível Médio Completo e oferece salário de R$ 2.100,00 para jornadas de 40h semanais; e

– 16.959 vagas para Agente Censitário Supervisor – que exige nível Médio Completo e disponibiliza vencimento de R$ 1.700, para jornadas de 40h semanais.

Requisitos para participação no concurso

De acordo com os editais publicados, que abrangem o concurso do IBGE nível médio e concurso do IBGE nível fundamental, além dos requisitos de escolaridade, outras exigências se fazem necessárias, como:

  • nacionalidade brasileira ou portuguesa;
  • estar em gozo dos direitos políticos (todos) e quite com as obrigações militares, se do sexo masculino;
  • estar quite com as obrigações eleitorais e ter idade mínima de 18 anos;
  • não estar incompatibilizado para assumir a função, dentro do que está disposto no art. 6º da Lei nº 8.745/1993 e no art. 37, § 10 da Constituição Federal/1988;
  • apresentar declaração de próprio punho de que não se encontra na condição de sócio-gerente ou administrador de sociedades privadas.
  • ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições da função;

Atribuições dos cargos

Recenseador: Em resumo, a principal função do Recenseadoré percorrer ruas e estabelecimentos colhendo informações para o censo.  Então, ele irá realizar entrevistas em domicílios, escolas federais, estaduais, municipais e bases de apoio educacional. Além de comércios de toda natureza para obter informações que possibilitem identificar as características em relação a educação, saúde, habitação, esporte cultura e lazer.

Agente Censitário Municipal: entre as funções do cargo, destacam-se acompanhar as atividades da coleta de dados; acompanhar o Agente Censitário Supervisor no início da coleta da pesquisa urbanística; equipar, administrar, organizar e zelar pelo Posto de Coleta; acompanhar o registro de frequência dos Agentes Censitários Supervisores; divulgar o Censo em toda sua área de atuação; e manter organizada toda a documentação administrativa.

Agente Censitário Supervisor: são atividades deste cargo acompanhar os Recenseadores em campo para esclarecimento de dúvidas; adotar as providências relativas à contratação, prorrogação de contratos e desligamento de Recenseadores; auxiliar os Recenseadores na solução dos casos de recusa ou resistência de informantes em atendê-los; colaborar na organização e na administração do Posto de Coleta; dirigir veículo oficial ou locado pela Instituição, caso possua habilitação; elaborar e transcrever textos e/ou planilhas em dispositivos eletrônicos; fazer registros administrativos e de controle da coleta de dados; e auxiliar os Recenseadores na solução dos casos de recusa ou resistência de informantes em atendê-los.

O que estudar para as provas do IBGE

Agora que você já está por dentro das informações de cada cargo, chegou a hora de descobrir o que estudar para o concurso do IBGE.

Tendo o Cebraspe como banca organizadora do concurso IBGE, é de se esperar que as provas possuam um nível de dificuldade médio/elevado.

Para isso, é bom antecipar os seus estudos desde já, com o objetivo de conquistar a melhor preparação.

Confira abaixo como funciona a prova para cada cargo.

Prova para Agentes Censitários

A prova para Agentes Censitários estava prevista para ser aplicada no dia 18 de abril. Todavia, em virtude da suspensão do concurso, ela ainda não possui nova data.

Mas, de acordo com o último edital, ela seria composta por 60 questões que seriam distribuídas entre os conteúdos de:

– Língua Portuguesa

– Raciocínio Lógico Quantitativo

– Ética no Serviço Público

– Noções de Administração/Situações Gerenciais

– Conhecimentos Técnicos

 

Prova para Recenseador

Por outro lado, o concurso recenseador IBGE seria realizado no dia 25 de abril, mediante prova objetiva com 50 questões que abordaria os conhecimentos em:

– Língua Portuguesa

– Matemática

– Ética no Serviço Público

– Conhecimentos Técnicos

 

Concurso do IBGE: como se preparar?

Como você já deve ter percebido ao longo deste texto, garantir uma vaga no concurso do IBGE requer uma preparação intensa e bastante específica, por isso, contar com o auxílio de um curso para concurso IBGE 2021 pode fazer toda a diferença.

Isso porque ao estudar online para concursos públicos você terá acesso a conteúdos exclusivos, preparados por profissionais experientes em aprovação.

Aliado a isso, outra boa tática de aprendizado é investir seu precioso tempo de estudo na resolução de questões aplicadas em concursos anteriores. Este método permite que você avalie o seu desempenho ao mesmo tempo em que proporciona uma revisão dos conteúdos.

Isso sem contar que, ao resolver questões anteriores, você simula o grande dia de prova e tem a oportunidade de trabalhar a ansiedade e nervosismo.

Por fim, mesmo que o concurso do IBGE esteja com o status suspenso, esperamos que com o texto de hoje você tenha entendido a importância de antecipar os seus estudos para sair à frente da concorrência.

Lembre-se que uma boa preparação aliada a um cronograma de estudos eficaz poder ser a garantia da seu sucesso!

Deixe seu Comentário