Concurso Anatel: cargos, provas anteriores e tudo o que você precisa saber para turbinar a preparação!

Hoje vamos te contar tudo sobre o concurso Anatel. Em resumo, a Agência Nacional de Telecomunicações anunciou recentemente que fará uma nova solicitação ao Ministério da Economia  para abertura de um novo edital.

O último certame realizado pelo órgão foi em 2014, portanto, no momento, não há edital em vigência, sendo que existe a necessidade de contratação urgente.  O concurso da Agência Nacional de Telecomunicações deverá ser para preencher o déficit de servidores públicos em seus quadros e caso seja autorizado pela pasta, poderá ocorrer ainda em 2012 ou no próximo ano.

Em geral, os concursos da Anatel costumam oferecer vagas para níveis médio e superior em diversas áreas, além de possuírem remunerações iniciais muito altas em comparação à maioria dos outros certames. Por isso, é importante se preparar com um bom curso para concurso Anatel, pois a concorrência costuma ser muito grande. Os cursos online para certificações também são importantes se você deseja concorrer em uma área específica.

Ainda não sabemos qual será a banca organizadora concurso ANATEL, mas é preciso destacar que o órgão solicitou ainda em 2020 a realização de um concurso com 333 vagas. O pedido foi formalizado no dia 28 de maio daquele ano. A justificativa era de que o quadro de pessoal possuía 1.357 (um mil trezentos e cinquenta e sete) servidores ocupantes de cargo efetivo, enquanto o referido diploma legal previa o quantitativo de 1.690 (um mil seiscentos e noventa) servidores.

Portanto, existe possibilidade de que o próximo edital seja de concurso ANATEL para nível médio e também de concurso ANATEL nível superior. Ainda em 2020, o pedido contemplou vagas para Especialistas em Regulação, Analista-Administrativo, Técnico em Regulação e Técnico-Administrativo. As oportunidades estavam distribuídas da seguinte maneira:

  • Técnico-administrativo –  99 vagas
  • Técnico em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações  – 84 vagas
  • Analista Administrativo – 46 vagas
  • Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações – 104 vagas

Vagas no concurso Anatel

O próximo edital de concurso para técnico da ANATEL, concurso para analista da ANATEL e concurso para especialista da ANATEL deverá oferecer oportunidades nas seguintes carreiras:

  1. Técnico Administrativo: o requisito deste cargo é o ensino médio completo. O vencimento básico inicial é de R$ 7.016,67 e vencimento básico final é de R$ 10.147,08
  2. Técnico em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações: o requisito deste cargo é possuir no mínimo o ensino médio completo. O vencimento básico inicial é de R$ 7.388,37 e o vencimento básico final é de R$ 10.506,18.
  3. Analista Administrativo: entre os requisitos deste cargo deverá ser exigido o nível superior em Administração, Direito, Engenharia Civil, Engenharia de Redes, Ciência da Computação, Tecnólogo em Processamento de Dados, Análise de Sistemas, Engenharia de Telecomunicações, Engenharia Elétrica, Engenharia Eletrônica, Engenharia Mecatrônica e/ou Engenharia Mecânica. O vencimento básico inicial é de R$ 13.807,57 e o vencimento básico final é de R$ 19.564,36
  4. Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações: o requisito básico deste cargo é possuir nível superior em Ciências Contábeis, Economia, Engenharia Elétrica ou Engenharia Eletrônica ou Telecomunicações, Estatística, Matemática e/ou Direito. O vencimento básico inicial é de R$ 15.058,12 e o vencimento básico final é de R$ 21.036,46.

Etapas do concurso Anatel

Ainda não sabemos como serão as etapas do próximo concurso da ANATEL, mas em 2014 o certame foi constituído das seguintes etapas:

  • Prova Objetiva – para todos os cargos
  • Prova Discursiva – somente para nível superior
  • Avaliação de Títulos – somente para nível superior
  • Curso de Formação – somente para nível superior

A Prova Objetiva era composta por questões de Conhecimentos Básicos e Conhecimentos Específicos, teve caráter eliminatório e classificatório e duração de 5h30 para nível superior e de 3h30 para médio. O julgamento dos itens era de certo ou errado, e o valor total era de 120,00 pontos.

Por outro lado, a Prova Discursiva tinha caráter eliminatório e classificatório, e possuía pontuação máxima de 40,00 pontos. Essa fase consistiu de quatro partes:

  • 1ª parte – uma dissertação, com até 30 linhas, que valerá 10,00 pontos;
  • 2ª parte – uma questão discursiva, com até 15 linhas, que valerá 10,00 pontos;
  • 3ª parte – uma questão discursiva, com até 15 linhas, que valerá 10,00 pontos;
  • 4ª parte – uma questão discursiva, com até 15 linhas, que valerá 10,00 pontos.

Último concurso da Anatel

Como já mencionamos, o último concurso público da anatel foi realizado em 2014 e ofertou 100 vagas para cargos para níveis médio e superior nas carreiras de Técnico Administrativo, Técnico em Regulação, Analista Administrativo e Especialista. A validade do certame acabou em 2017.

A distribuição de vagas no concurso público da Anatel que aconteceu em 2014 foi a seguinte:

  • Analista Administrativo – Especialidade Administração – 2 vagas
  • Analista Administrativo – Especialidade Arquitetura de Soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação – 3 vagas
  • Analista Administrativo – Especialidade Desenvolvimento de Sistemas de Informação – 6 vagas
  • Analista Administrativo – Especialidade Direito – 3 vagas
  • Analista Administrativo – Especialidade Engenharia Civil – 2 vagas
  • Analista Administrativo – Especialidade Suporte e Infraestrutura de Tecnologia da Informação – 4 vagas
  • Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações – Especialidade Mídia Digital – 4 vagas
  • Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações – Especialidade Contabilidade – 3 vagas
  • Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações – Especialidade Economia – 6 vagas
  • Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações – Especialidade Engenharia – 21 vagas
  • Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações – Especialidade Métodos Quantitativos – 10 vagas
  • Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações – Especialidade Direito – 4 vagas
  • Técnico Administrativo – Especialidade Administrativo – 17 vagas
  • Técnico Administrativo – Especialidade Comunicação – 3 vagas
  • Técnico em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações – 12 vagas

Saiba mais sobre a ANATEL

A sigla Anatel significa Agência Nacional de Telecomunicações, e essa é uma entidade integrante da Administração Pública Federal indireta, portanto está submetida a regime autárquico especial e vinculada ao Ministério das Comunicações. Ela é administrativamente independente e financeiramente autônoma.

Criada pela Lei 9.472, de 16 de julho de 1997, ela fez parte do processo de reformulação das telecomunicações brasileiras iniciado com a promulgação da Emenda Constitucional 8/1995, que eliminou a necessidade de exclusividade na exploração dos serviços públicos a empresas sob controle acionário estatal, permitindo a realização da privatização e introduzindo o regime de competição. O Estado então passava da função de provedor para a função de regulador dos serviços.

É de responsabilidade da Anatel adotar as medidas necessárias para o atendimento do interesse público e para o desenvolvimento das telecomunicações brasileiras, atuando com independência, imparcialidade, legalidade, impessoalidade e publicidade no dia a dia.

O atual Presidente da Anatel é Leonardo Euler de Morais, profissional formado em Ciências Econômicas e que possui mestrado em Economia pela Universidade de Brasília, onde já atuou como professor de Introdução à Economia. Antes da atual função, ele atuou na Eletronorte como analista. É servidor de carreira da Anatel desde 2005, aprovado no primeiro concurso público realizado pelo órgão. Também na Anatel foi assessor de conselheiros, gerente de Acompanhamento Econômico da Prestação e chefe da Assessoria Técnica.

 

Deixe seu Comentário