Quais são as opções de cargo para o concurso da PF?

Hoje vamos te contar tudo sobre o próximo concurso da PF: quais são cargos previstos e suas atribuições, nível de escolaridade exigido, salário oferecido e muito mais!

Como esse certame costuma ser muito concorrido é importante começar a se preparar o quanto antes. Uma boa opção é procurar por um curso online para policia federal que ofereça aulas para concurso pf em formato de vídeo. Com um curso para concurso polícia federal que seja específico, você vai saber o que cai na prova da pf, quais são as matérias concurso pf e com toda a certeza se dará bem no dia da prova pf.

Último concurso PF

Em primeiro lugar, é preciso lembrar que recentemente a Polícia Federal publicou edital de concurso pf com 1.500 vagas, distribuídas entre os seguintes cargos: agente da polícia federal (893), delegado da polícia federal (123), escrivão pf (400) e papiloscopista pf (84).

Os salários eram de R$ 12.522,50 para agente, escrivão e papiloscopista e R$ 23.692,74 para delegado. A organização desse concurso policia federal foi de responsabilidade do Cebraspe, os candidatos foram avaliados com prova da policia federal com questões objetivas em 23 de maio de 2021.

Concurso PF Administrativo

Além do concurso pf edital realizado no primeiro semestre desse ano, existe previsão de um novo concurso agente administrativo pf ainda em 2021. Ainda não sabemos a data exata do concurso pf inscrições e nem quando será a policia federal prova, mas também recomendamos que a sua preparação comece o quanto antes com um dos cursos para concursos do Aprova, que oferece excelentes opções de curso pf para os cargos que vamos mencionar a seguir!

Para o concurso com vagas na área administrativa, a solicitação é de abertura de 557 vagas em cargos de níveis médio e superior, com a seguinte distribuição:

  • 404 oportunidades para o agente administrativo (nível médio) com salário de R$4.710,76*
  • 153 oportunidades para cargos de nível superior nas áreas contempladas com salário de R$5.559,67* (exceção é o médico, com ganhos de R$7.692,55)*

*Nesse valor das remunerações já está incluso o valor do auxílio-alimentação de R$458

Em abril do ano passado já existia essa possibilidade de autorização para abertura de concurso com vagas destinadas a carreira administrativa. Na época, a divisão dos cargos, que exigiam níveis médio e superior, era conforme a lista a seguir:

  • Agente Administrativo (349 vagas)
  • Médico (65 vagas)
  • Administrador (21 vagas)
  • Técnico em assuntos educacionais (13 vagas)
  • Odontólogo (11 vagas)
  • Assistente Social (10 vagas)
  • Técnico em Comunicação Social (3 vagas)
  • Contador (9 vagas)
  • Arquivista (8 vagas)
  • Psicólogo (5 vagas)
  • Estatístico (4 vagas)
  • Economista (3 vagas)
  • Enfermeiro (3 vagas)
  • Engenheiro (1 vaga)
  • Farmacêutico (1 vaga)
  • Nutricionista (1 vaga)
  • Bibliotecário (1 vaga)

Atribuições dos cargos do concurso PF

Agora vamos te contar tudo sobre os requisitos e as atribuições de cada um dos cargos que serão abertos no próximo concurso da PF:

Agente administrativo

Para se inscrever será necessário apenas o nível médio. Entre as atribuições, podemos destacar:

  • apresentação de solução para situações novas;
  • necessidade de constantes contatos com autoridades de média hierarquia, com técnicos de nível superior e/ou contatos eventuais com autoridades de alta hierarquia para planejamento em grau auxiliar;
  • pesquisas preliminares realizadas sob supervisão indireta, predominantemente técnica, visando à implementação das leis, regulamentos e normas referentes à administração geral e específica;
  • supervisão dos trabalhos que envolvam a aplicação das técnicas de pessoal, orçamento, organização, métodos e materiais executados por equipes auxiliares, chefia de secretarias de unidades da mais alta linha divisional da organização.

Administrador

O requisitos exigido é o nível superior em Administração e inscrição no Conselho Regional de Administração.

Entre as atribuições temos atividades de supervisão, programação, coordenação ou execução especializada em grau de maior complexidade, referentes a estudos, pesquisas, análise e projetos sobre administração pública, de pessoal, material, orçamento, organização e métodos.

Arquiteto

É necessário ter nível superior em Arquitetura e inscrição no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia.

Já as atribuições envolvem atividades de supervisão, planejamento, coordenação, estudos e execução em grau de maior complexidade, referentes à construção e fiscalização de obras do DPF e à elaboração de normas para a administração e conservação dos próprios nacionais.

Arquivista

É necessário possuir nível superior em Arquivologia. Já entre as atribuições, temos:

  • planejamento, organização e direção de serviços de arquivo;
  • elaboração de pareceres e trabalhos de complexidade sobre assuntos arquivísticos;
  • assessoramento aos trabalhos de pesquisa científica ou técnico-administrativa e desenvolvimento de estudos sobre documentos culturalmente importantes.

Assistente social

É exigido o nível superior em Serviço Social. Entre as atribuições estão atividades de execução qualificada, sob supervisão superior, de trabalhos relacionados com o desenvolvimento, diagnóstico e tratamento dos servidores do órgão em seus aspectos sociais.

Bibliotecário

Exige-se nível superior em Biblioteconomia. Quanto as atribuições, temos atividades de supervisão, coordenação, programação ou execução especializada, em grau de maior complexidade, referentes a trabalhos de pesquisa, estudo e registro bibliográfico de documentos e informações culturalmente importantes.

Contador

É preciso ter nível superior em Ciências Contábeis e Atuariais e inscrição no Conselho Regional de Contabilidade.

Já quanto as atribuições, o servidor fará atividades de supervisão, coordenação ou execução em grau de maior complexidade relativas à administração pública, financeira e patrimonial, contabilidade e auditoria, compreendendo análise, registro e perícia contábeis, de balancetes, balanços e demonstrações contábeis.

Enfermeiro

É preciso ter nível superior em Enfermagem e inscrição no Conselho Regional de Enfermagem.

Entre as atribuições estão atividades de supervisão, coordenação e execução em grau de maior complexidade, relativas à observação, ao cuidado, à educação sanitária dos doentes, das gestantes e dos acidentados, à administração de medicamentos e tratamento prescritos, bem como à aplicação de medidas destinadas à prevenção de doenças.

Engenheiro Civil

É necessária formação de nível superior em Engenharia Civil e inscrição no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia.

Já sobre as atribuições, nelas constam a elaboração e fiscalização de projetos de construção civil e estudos de viabilidade econômica; planejamento da manutenção predial do DPF.

Engenheiro de Aeronaves

É necessário ter nível superior em Engenharia de Aeronaves e inscrição no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia.

Nas atribuições estão a supervisão e recepção dos equipamentos de aviação do DPF; planejamento de manutenção preventiva e corretiva de frota e pela coordenação; supervisão dos técnicos aviônicos e de aeronaves do DPF.

Engenheiro de Telecomunicações

O requisito é o nível superior em Engenharia de Telecomunicações e a inscrição no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia.

Nas atribuições estão a elaboração, análise e fiscalização de projetos de instalações de telecomunicações elaborados ou contratados pelo DPF; instalação, configuração, manutenção e inspeção de sistemas e equipamentos de telecomunicações em instalações prediais.

Engenheiro Eletricista

É preciso ter nível superior em Engenharia Elétrica e inscrição no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia.

Entre as atribuições estão a elaboração, análise e fiscalização de projetos de instalações elétricas elaborados ou contratados pelo DPF; acompanhamento e supervisão da manutenção de instalações prediais elétricas.​​​​

Engenheiro Mecânico

Exige-se nível superior em Engenharia Mecânica e inscrição no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia.

Nas atribuições constam a supervisão e recepção de equipamentos; elaboração de planos de manutenção preventiva e corretiva da frota; planejamento e supervisão de manutenção mecânica dos veículos e equipamentos do DPF.

Estatístico

É preciso ter nível superior em Estatística. Nas atribuições estão atividades de execução qualificada, sob supervisão superior, de trabalhos relativos a levantamentos, análises e controles estatísticos com vistas às atividades econômico-sociais e científicas do DPF.

Farmacêutico

O requisito é o nível superior em Farmácia. Nas atribuições constam atividades de orientação ou execução especializada em grau de complexidade mediana, referentes a trabalhos e estudos relativos a métodos e técnicas de produção; controle e análise clínica de produtos químicos.

Médicos: cardiologista, ortopedista, psiquiatria,

O requisito é nível superior em Medicina, especialização na área, e inscrição no Conselho Regional de Medicina.

Nas atribuições estão atividades relativas a supervisão, planejamento, coordenação, programação ou execução especializada em grau de maior complexidade, de trabalhos de defesa e proteção da saúde individual na respectiva especialidade médica, ligadas à patologia, ao tratamento clínico e cirúrgico do organismo humano e às perícias médicas.

Médico Veterinário

Como requisito consta a graduação de nível superior em Medicina Veterinária e inscrição no Conselho Regional de Medicina Veterinária.

Nas atribuições estão atividades de supervisão, coordenação, programação ou execução especializada em grau de maior complexidade, relativas à biologia e à patologia animais.

Nutricionista

É preciso ter nível superior em Nutrição. Nas atribuições constam atividades de supervisão, coordenação, programação ou execução especializada, referentes a trabalhos relativos à educação alimentar, à nutrição e à dietética para indivíduos ou coletividades.

Odontólogo

É exigido nível superior em Odontologia e inscrição no Conselho Regional de Odontologia.

Nas atribuições estão atividades de execução qualificada, sob supervisão superior, relativas à estomatologia maxilar e dentária, à assistência buco-dentária, envolvendo, inclusive, perícia odonto-administrativa e odonto-legal.

Psicólogo clínico

Exige-se nível superior em Psicologia e inscrição no Conselho Regional de Psicologia. Nas atribuições constam atividades de supervisão e coordenação, relativas ao estudo do comportamento humano e da dinâmica da personalidade, com vistas à orientação psicopedagógica e ao ajustamento individual.

Psicólogo organizacional

É preciso ternível superior em Psicologia e inscrição no Conselho Regional de Psicologia. Nas atribuições constam atividades de supervisão e coordenação, relativas ao estudo do comportamento humano e da dinâmica da personalidade, com vistas à aplicação, à correção e à análise de testes visando à seleção de profissional.

Técnico em assuntos culturais

O requisito é o nível superior em Museologia. Nas atribuições estão atividades de supervisão, coordenação, programação ou execução especializada em grau de maior complexidade, referentes a trabalhos de difusão, aprimoramento de assuntos culturais, conservação e restauração de obras históricas e artísticas.

Técnicos em assuntos educacionais – áreas: Educação Física, Filosofia, Sociologia e Pedagogia

É exigido nível superior na área específica, entre as atribuições estão atividades de supervisão, coordenação, programação ou execução especializada, em grau de maior complexidade, referentes a trabalhos de pesquisa e estudos pedagógicos, visando à solução dos problemas de educação, bem como de orientação e técnicas educacionais, administração escolar e educação sanitária.

Técnico em comunicação social – Jornalismo

Exige-se nível superior em Jornalismo, fornecido por instituição de ensino superior credenciada pelo Ministério da Educação.

Nas atribuições constam atividades de supervisão, coordenação e execução, em grau de maior complexidade, de trabalhos de relações públicas e redação, com ou sem apreciações ou comentários; supervisão de trabalhos de revisão; coleta e preparo de informações para divulgação oficial escrita, falada ou televisionada.

Técnico em comunicação social – Relações Públicas

É preciso ter nível superior em Relações Públicas, fornecido por instituição de ensino superior credenciada pelo Ministério da Educação.

Nas atribuições estão atividades de supervisão, coordenação e execução, em grau de maior complexidade, de trabalhos de relações públicas, redação, com ou sem apreciações ou comentários, de supervisão de trabalhos de revisão, de coleta e preparo de informações, para divulgação oficial escrita, falada ou televisionada.

Deixe seu Comentário